FAQ

Quer saber mais sobre o nosso serviço de coleta domiciliar?

Esclarecemos abaixo as principais dúvidas que podem surgir!

Separação dos recicláveis

1. O que pode ser destinado para a coleta dos recicláveis?

Coletamos todos os materiais recicláveis e reciclados (papéis, plásticos, vidros e metais) no Rio de Janeiro. Para saber detalhadamente o que pode e o que não pode ser destinado à cooperativa, confira aqui a lista completa dos materiais.

 

2. Vocês vão entregar os sacos plásticos para que eu armazene os recicláveis?

Sim, nós entregaremos os sacos plásticos para acondicionamento dos resíduos recicláveis.

 

3. Uhm, mas os sacos são de plástico?

Por enquanto, sim. Essa foi a solução imediata que encontramos para iniciar a nossa operação. Precisamos ter agilidade no momento da coleta e precisamos ter um parâmetro para nossos controles. Além disso, os sacos plásticos são recicláveis e, quando chegam à cooperativa, são separados e destinados à indústria recicladora.

 

Mas sabemos que é muito importante encontrarmos uma solução mais sustentável e evitar o consumo de plásticos de uso único. Por isso, já estamos estudando outras opções, como uso de sacos biodegradáveis ou itens retornáveis.

4. Como faço a separação dos recicláveis?

Você pode colocar todos os seus recicláveis limpos e secos em um único saco. Não é necessário separar por tipo de material.

5. Mas a separação por tipo de material pode auxiliar o processo de triagem da cooperativa?

Sim, pode. Caso você queira facilitar a triagem dos cooperados, algumas dicas podem ser úteis:

 

- Tente separar papéis brancos de outros materiais. Papéis são materiais sensíveis e quando contaminados, podem perder seu valor, por isso, tente destiná-los com cuidado. Você pode armazená-los na sua casa por mais tempo, e destiná-los em um único saco, de uma única vez. Outra opção é colocá-los dentro de um caixa de papelão no momento do descarte para que ele chegue intacto na cooperativa.

 

- Papelões podem ser dobrados e colocados todos em um cantinho do saco. Assim, quando o saco for aberto na cooperativa, esse material será mais facilmente triado. Caso seja uma opção para você, é possível juntar também uma quantidade maior de papelões e destiná-los de uma única vez, em um único saco.

 

- Plásticos são separados em até 9 diferentes categorias na cooperativa, então, ainda que a gente tente separá-los ao máximo em casa, provavelmente, esse material precisará ser segregado novamente na cooperativa.

6. Como faço para destinar microplásticos e itens muito pequenos?

De preferência, evite-os ao máximo, já que eles são dificilmente triados manualmente. Mas caso você tenha itens pequenos na sua casa, a sugestão é juntá-los em uma sacola de papelão ou um pote para que eles sejam mais facilmente manuseados na cooperativa.

 

7. Como faço para destinar meus vidros?

Os vidros também podem ser destinados junto com os outros resíduos, mas exigem certo cuidado. A nossa sugestão é que eles sejam armazenados separadamente, em uma sacola ou caixa de papelão, até alguns dias antes da coleta. No dia da coleta, junte-os ao saco grande com cuidado e entregue para nossos parceiros de coleta.

8. O que devo fazer com vidros quebrados?

Eles também podem ser destinados à cooperativa, junto com os outros vidros. Mas é importante que eles sejam enrolados em jornais ou colocados dentro de algum pote e que seja sinalizado que se trata de vidro quebrado. Assim, os catadores terão mais cuidado ao manuseá-los.

9. É importante dobrar e amassar os recicláveis?

Sim, é importante que os resíduos tenham o seu volume reduzido ao máximo, para otimizarmos a logística. Sempre que possível, dobre os seus papelões, amasse as latinhas e o TETRAPAK e tente organizar ao máximo os seus resíduos, para que tenhamos um saco bem cheio. Isso é bom para você, ótimo para nós e melhor ainda para o Meio Ambiente, afinal, transporte é emissão de CO2.

10. Como devo limpar meus recicláveis?

Lave e higienize os seus recicláveis com cuidado, garantindo que não há nenhum resquício de alimentos antes de guardá-los. Isso é fundamental para não dar mau cheiro nem atrair moscas e vetores. Além disso, seu resíduo será manuseado por catadores na cooperativa, então todo cuidado é necessário.

 

Para alguns itens, não é preciso usar sabão para desengordurar, como é o caso daquela garrafa de suco, de refrigerante, embalagens de plástico filme e latinhas de alumínio. Para outros itens um sabãozinho cai bem, principalmente embalagens de laticínios, como pote de manteiga, pote de maionese, TETRAPAK de creme de leite e caixa de leite.

E lembre-se: água também é um recurso natural, então, vamos usá-la com cuidado.Uma boa prática é juntar todos os seus recicláveis na pia e, enquanto você lava louça, deixe eles recebendo água e sabão. Isso já ajuda a tirar os restos de alimentos, sujeiras e gorduras.

11. Devo deixar meus resíduos em quarentena antes de entregá-los para a coleta?

Sim, você deve fechar seu saco plástico e não descartar mais nenhum item até 3 dias antes da coleta. Esse resíduo deve ser deixado em quarentena até o momento da coleta, para evitarmos o risco de contaminação de quem vai manuseá-lo.

 

Coleta e Transporte

12. Como é feita a coleta dos recicláveis?

Por enquanto, a coleta dos recicláveis acontecerá com um veículo Sprinter e/ou Caminhão Baú, através de uma parceria com uma empresa e/ou uma cooperativa de catadores.Os veículos utilizados não são caminhões compactadores, então preservam a qualidade do material coletado e garantem agilidade no processo de triagem dos materiais.

 

Sabemos que veículos automotores têm um impacto socioambiental considerável, devido à emissão de gases poluentes, e também na mobilidade urbana. Por esse motivo, temos pensado em estratégias para reduzir nosso impacto. Uma delas é otimizar as nossas rotas de coleta para conseguir atender o maior número de pessoas possível em um perímetro urbano pequeno. Portanto, convide vizinhos e amigos do condomínio para participar da nossa coleta.

Outra medida adotada foi iniciar as nossas rotas por regiões onde já realizamos outras coletas, assim otimizamos uma rota já existente.

 

Diferente dos resíduos orgânicos, os recicláveis geram muito volume e tem baixo peso específico, o que pode dificultar a coleta com bicicletas e outros veículos de menor porte. Sim, é um desafio e é o nosso desafio! Estaremos sempre pensando em estratégias para reduzir o impacto das nossas ações. Ideias e sugestões são muito bem vindas!

 

13. Após assinar o serviço, quando será feita a minha primeira coleta?

Você será incluído na nossa rota de coleta após confirmação da assinatura, de acordo com o plano assinado. Caso você tenha optado pelo Plano de Coleta Mensal, suas coletas acontecerão sempre na última semana do mês. Caso você tenha optado pelo Plano de Coleta Quinzenal, suas coletas acontecerão sempre na segunda e última semana do mês.​

 

14. Se eu assinar o Plano Mensal no meio do mês e não tiver juntado os meus resíduos por um mês, eu vou pagar o valor integral mesmo assim?

Sim, o nosso serviço é precificado principalmente com base nos nossos custos logísticos. Portanto, desde que você se limite ao volume contratado, você será cobrado pela coleta realizada e não pelo volume gerado. Caso, ainda assim, você prefira aderir à coleta apenas no mês seguinte, não há problema algum. Você pagará referente ao mês seguinte e sua coleta acontecerá no próximo mês.

15. Quais são os dias de coleta?

Os dias de coleta podem variar de acordo com a nossa rota logística e com o número de assinantes. Portanto, ainda não conseguimos definir o dia exato da coleta, somente a semana em que a coletas irão acontecer. Assim que tivermos as nossas rotas estruturadas e programadas, entraremos em contato informando o dia exato da sua coleta. Mas fique tranquilo, avisaremos com antecedência para que você possa se programar!

 

16. Posso trocar a semana e/ou o dia da minha coleta?

Construiremos as nossas rotas de modo a otimizar a coleta e torná-la eficiente, portanto não é possível trocar a semana e/ou o dia de coleta. Caso você precise trocar o dia e/ou a semana da sua coleta excepcionalmente em um mês, entre em contato conosco para avaliarmos o seu caso.

17. A coleta tem hora marcada para acontecer?

Não. É muito difícil informarmos o horário das nossas coletas, pois dependemos do trânsito e de outras coletas. Por isso, o que conseguimos informar é o dia de coleta e o período aproximado – manhã ou tarde.​

18. Não tenho ninguém em casa no dia e período da coleta, o que eu devo fazer?

Nesse caso você pode deixar o seu saco de recicláveis na portaria ou na frente da porta do seu apartamento, que nós coletaremos normalmente. Mas é muito importante que o seu porteiro saiba que realizaremos a coleta.

Além disso, durante o período de quarentena, recomendamos que o seu saco de recicláveis seja deixado na portaria, por medidas de segurança.​

19. Quando eu viajar, como ficam as coletas?

Quando você for viajar, basta nos informar o período em que estará fora para que não passemos na sua casa. Assim que você retornar, retomaremos as coletas normalmente.

​20. O saco encheu antes do dia da coleta, o que devo fazer?

Quando isso acontecer é só deixar o saco fechado e aguardar o dia da coleta. Os recicláveis que forem gerados nesse período podem ser armazenados em um saco/sacola à parte e entregues no momento da coleta. Caso isso aconteça com frequência, é porque você precisa de um plano diferente. Nesse caso, entraremos em contato com você. 

21. O que eu devo fazer se a coleta não passar no dia combinado?

Caso a coleta não aconteça no dia combinado, você pode entrar em contato conosco para verificarmos o ocorrido. Programaremos uma nova coleta tão logo seja possível.

 

22. O que eu faço se meu porteiro não interfonou, não escutou a campainha ou não estava na portaria quando a coleta passou?

Caso isso aconteça, você pode entrar em contato conosco, via e-mail ou telefone, e programaremos uma nova coleta tão logo seja possível.

Cooperativa parceira

 

23. Qual é a cooperativa que recebe e processa os recicláveis coletados?

A cooperativa que recebe e processa os recicláveis coletados é a COOPAMA. A COOPAMA fica em Maria da Graça e já atua no ramo de coleta seletiva há mais de 10 anos. 

24. O que acontece com os resíduos quando eles chegam à cooperativa?

Quando os resíduos chegam à cooperativa, eles são levados para a mesa de triagem, para serem separados por tipo de material. Em geral, esse processo de triagem é feito por uma catadora mulher, que já conhece cada categoria a ser separada. Após separação, o reciclável é enfardado ou ensacado e comercializado, seguindo até a indústria recicladora.

 

25. O resíduo também fica de quarentena na cooperativa?

Sim, os recicláveis não são processados imediatamente. A cooperativa deixa os recicláveis de quarentena por, no mínimo, 1-2 dias.

26. Os cooperados utilizam EPIs e máscaras durante a triagem, seguindo os protocolos de segurança?

Sim, os cooperados envolvidos no processo de triagem de recicláveis da coleta domiciliar utilizam EPIs e máscaras de proteção.

 

27. A cooperativa é remunerada pelo serviço de triagem do resíduo reciclável?

Sim, a cooperativa é remunerada pelo serviço de triagem e processamento dos recicláveis, de acordo com quantidade de resíduos entregue e com a mão-de-obra utilizada para esse trabalho.

28. Estou gerando impacto positivo na cooperativa?

Sim, MUITO! Estamos gerando oportunidade de trabalho e renda para catadores de materiais recicláveis em um momento extremamente difícil para essa categoria, em que a maioria encontra dificuldades para retomar as atividades.

Além disso, acreditamos estar fomentando um modelo de coleta seletiva mais justo e participativo, que engaja e envolve o gerador na gestão dos resíduos e remunera a cooperativa pelo serviço prestado

Novas rotas

29. Como faço pra trazer a coleta de recicláveis para o meu bairro?

Se ainda não atendemos o seu bairro, mas você tem vontade de destinar os seus recicláveis com a gente, entre em contato conosco. Como a parte logística é o nosso principal desafio, é importante que ao menos 20 pessoas do seu bairro também queiram aderir ao serviço para que possamos viabilizar uma rota de coleta.

 

Precificação

 

30. Como é a distribuição de custos e gastos do serviço ofertado?

O gráfico abaixo mostra a distribuição dos nossos custos e gastos:

 

 

 

 

 

Como estamos na fase de implantação do serviço, os custos e gastos são estimados e serão atualizados de acordo com a operação.

Condomínios

31. O que é o plano para condomínios?
O plano para condomínios é um plano que atende a todos os moradores de um prédio ou condomínio residencial. Em geral, o plano é contratado pelo condomínio, através do síndico, e a coleta seletiva passa a ser uma prática do prédio como um todo. Nossos planos para condomínios variam de acordo com o quantitativo de resíduos recicláveis gerados.

32. Vocês também têm planos coletivos, caso eu queria aderir à coleta junto com outros vizinhos?
Como estamos na fase de implantação da coleta, ainda não temos planos coletivos.

33. Como faço para contratar o serviço para meu condomínio?

No caso de planos para condomínios, você deverá preencher um formulário solicitando um orçamento. Após envio do formulário, entraremos contato para conversarmos sobre o melhor plano para o seu condomínio.

34. Meu condomínio precisa estar na rota de coleta para que eu solicite um orçamento?

Não, caso você queria levar o serviço para o seu condomínio, mas ele não está na nossa área de coleta, não tem problema! Entre em contato conosco para conversarmos sobre o melhor plano para o seu condomínio.

35. Posso chamar a Teiares para fazer uma palestra no meu condomínio?

Claro! Entre em contato conosco por e-mail. Explique o motivo do seu interesse e informe em qual bairro você está. Entraremos em contato.

Se preferir, você também pode fazer o download das FAQ: